Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 10.jpg
  • 3.jpg
  • 9.jpg
  • 4.jpg
  • 2.jpg
  • 6.jpg
  • 7.jpg
  • 1.jpg
  • 8.jpg
  • 5.jpg

Trabalho Escravo

Lista suja do trabalho escravo torna efetivo o direito à informação expresso na Constituição Federal

Lista suja do trabalho escravo torna efetivo o direito à informação expresso na Constituição Federal

PGR e PGT defendem improcedência de ação que contesta divulgação de cadastro de empresas com empregados em condição análoga à escravidão

A fragilização do cadastro de empregadores que mantêm empregados em condição análoga à escravidão, conhecido como lista suja do trabalho escravo, vai de encontro a compromissos constitucionais e internacionais do…

Leia mais:

2019 - Com risco de crescente invisibilidade, trabalho escravo permanece no Brasil

2019 - Com risco de crescente invisibilidade, trabalho escravo permanece no Brasil

Com 1.054 pessoas encontradas em situação de trabalho escravo em 2019 (e 968 delas efetivamente resgatadas), os números do ano de 2019 se situam praticamente na média dos últimos 5 anos e demonstram a resiliência do problema, em contexto de restrição crescente dos recursos financeiros e humanos dedicados no Brasil à fiscalização deste crime. Em 2018 e 2019 a fiscalização do trabalho dispôs de magros R$ 71 e 70 milhões, respectivamente. Para 2020, a previsão orçamentária deve piorar este quadro: míseros R$ 36 milhões. Conforme informado pelo SINAIT, falta preencher 1.484 dos 3.644 cargos de fiscais criados por lei: um déficit de 40%.…

Leia mais:

“Lista suja” aumenta e já são 187 empresas autuadas por trabalho escravo

“Lista suja” aumenta e já são 187 empresas autuadas por trabalho escravo

A chamada “lista suja” do trabalho escravo foi atualizada no último dia 3 de abril, com a inclusão de 48 novas empresas, autuadas pela prática irregular. Desde que foi criada, em 2016, 187 empresas foram incluídas no cadastro. 

O estado com o maior número de notificações, bem como de trabalhadores resgatados, é Minas Gerais. Foram 12 empresas notificadas e 164 pessoas resgatadas em condições análogas à escravidão no estado. Logo atrás, vem Alagoas, que teve duas notificações e 90 trabalhadores resgatados. Ao todo, empresas de 14 estados brasileiros foram incluídas na lista em 2019.…

Leia mais:

Agrotóxico, veneno, defensivo? Entenda a disputa pelo nome desses produtos agrícolas

Agrotóxico, veneno, defensivo? Entenda a disputa pelo nome desses produtos agrícolas

Projeto de lei pode banir o termo “agrotóxico”, mas seu criador diz que substituição por “defensivos agrícolas” ou “fitossanitários” é tendenciosa.

 O Congresso Nacional deve decidir este ano se o nome “agrotóxico” será banido ou não do país. Caso o Projeto de Lei (PL) 6.299/2002, conhecido pelos opositores como “Pacote do Veneno”, seja aprovado, o termo será substituído nos documentos oficiais e nas embalagens dos produtos mandatoriamente por “pesticida”, “defensivo agrícola” ou “defensivo fitossanitário”. Mas a palavra, de uso quase exclusivo por aqui, tem um pai e criador – e ele é totalmente contra a mudança.…

Leia mais: