Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 10.jpg
  • 6.jpg
  • 2.jpg
  • 8.jpg
  • 3.jpg
  • 1.jpg
  • 5.jpg
  • 7.jpg
  • 4.jpg
  • 9.jpg

Pernambuco

Diocese de Palmares doa cestas básicas a famílias vítimas de conflitos na Mata Sul de PE

Diocese de Palmares doa cestas básicas a famílias vítimas de conflitos na Mata Sul de PE

A Diocese de Palmares (PE) deu início a uma campanha de solidariedade às comunidades camponesas vítimas de conflitos fundiários na Zona da Mata Sul do estado. Estão sendo entregues cestas básicas a famílias agricultoras da região, principalmente àquelas que tiveram suas lavouras destruídas e que estão ameaçadas de expulsão. A…

Leia mais:

Audiência Pública convocada pela ALEPE discute conflitos por terra na Mata Sul de Pernambuco

“Conflitos no campo: a violência contra agricultores e agricultoras familiares na Mata Sul de Pernambuco”. Esse foi o tema da Audiência Pública realizada nessa quarta-feira (30) pelas Comissões de Agricultura e de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE). Devido à pandemia da Covid19, o evento ocorreu de modo virtual.…

Leia mais:

Famílias de Batateiras denunciam empresário por descumprimento de ordem judicial

Apesar da existência de uma liminar concedida no dia 05 de janeiro, famílias camponesas da comunidade de Batateiras, em Maraial (PE), relatam que o empresário Walmer Almeida da Silva ainda segue turbando suas posses. Nesse domingo (17), elas afirmaram que o gado do empresário continua presente nos sítios, destruindo plantações e fontes de água da comunidade. Com isso, o empresário descumpre a ordem judicial que o proíbe de cometer qualquer perturbação nas posses, sob pena de multa de até R$30 mil.…

Leia mais:

Gado de empresa invade lavouras de famílias de Barro Branco, em Jaqueira (PE)

Famílias camponesas da comunidade do Engenho Barro Branco, em Jaqueira (PE), Mata Sul de Pernambuco, relatam que na manhã de hoje (12) foram surpreendidas com várias cabeça de gado pertencentes à empresa Agropecuária Mata Sul S/A em lavouras de agricultores da comunidade. Com o pisoteio dos animais, plantações e fontes de água estão sendo prejudicadas. Em função das cercas de algumas famílias terem sido destruídas pela empresa anteriormente, não há contenção física para o gado.…

Leia mais: