Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 6.jpg
  • 5.jpg
  • 8.jpg
  • 4.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 10.jpg
  • 2.jpg

Grandes Projetos

Entenda as consequências da enxurrada de lama de rejeite da mineração em MG

Quem se aproximar do Rio Doce, seja em Minas seja no Espírito Santo, verá ele amarronzado, escuro e com diversos detritos boiando. Essa imagem não é apenas feia e desagradável, ela também é extremamente danosa à vida aquática. Esse barro, mesmo diluído, torna á água turva e barra a passagem de raios solares, escurecendo o rio e impedindo que algas façam fotossíntese. O baixo nível de oxigênio na água é insustentável para os animais, fazendo com que, em um ato de desespero, muitos peixes simplesmente pulem fora d’água.

 …

Leia mais:

As Veias Abertas da Mineração

As Veias Abertas da Mineração


A única coisa que podemos afirmar é a preocupação, sem saber o que será dos próximos períodos, das famílias e dos trabalhadores desaparecidos ou mortos com a catástrofe ocasionada pela irresponsabilidade da empresa.

 …

Leia mais:

Jornada de lutas MST 2014 em PE

Protesto em Pernambuco em abril 2014:

Cerca de 1500 Sem Terra já realizaram 10 ocupações de terras e Engenhos falidos em todo o estado de Pernambuco. Na manhã do dia 29/4, mais de 60 famílias ocuparam a Fazenda Paus Preto, em Floresta. No dia 28/4, em Vitória de Santo Antão, 220 famílias ocuparam o Engenho São Francisco, uma área da Usina Serra Grande. Além dessas áreas, também foi ocupado o Engenho Curupatí, da Usina Bulhões, em São Lourenço da Mata, o Engenho Moreno e uma antiga fábrica de roupas abandonada, em Moreno, o Engenho Cachoeira Cajóca, da Usina Nossa Senhora do Carmo, em Pombos, o Engenho Arranca e Almécega, na região Mata sul do estado, o Engenho Belo Horizonte, no município de Goiana e a Fazenda Papagaio, em Petrolândia. No dia 15/4, o MST também realizou uma grande marcha pelas ruas de Recife, para relembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás.…

Leia mais: