Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 9.jpg
  • 2.jpg
  • 1.jpg
  • 5.jpg
  • 7.jpg
  • 8.jpg
  • 6.jpg
  • 3.jpg
  • 10.jpg
  • 4.jpg

Pernambuco

Campanha visa recuperar o rio Tatuoca no município de Ipojuca

Campanha visa recuperar o rio Tatuoca no município de Ipojuca

 Nesta segunda-feira (26), às 13h, na comunidade quilombola de Ilha de Mercês, em Ipojuca, acontece o lançamento da Campanha RIO LIVRES, MANGUES VIVOS. A Campanha é uma ação de comunicação que visa chamar a atenção da população e das instituições a respeito dos processos de degradação por que passam os manguezais e as populações que deles dependem, tendo como mote inicial o caso do Rio Tatuoca, que banha o território da comunidade quilombola de Ilha de Mercê, em Ipojuca.…

Leia mais:

VIDA NO ESCURO: Em São Lourenço da Mata (PE), casal tenta há mais de 40 anos instalar energia elétrica em casa

VIDA NO ESCURO: Em São Lourenço da Mata (PE), casal tenta há mais de 40 anos instalar energia elétrica em casa

As cores da toalha de mesa não saltam mais aos olhos. Fica difícil distinguir aos quais dos sete cachorros e três gatos pertencem os vultos que passam entre as pernas. Já não dá para ler as frases "Jesus, eu te amo" e "Deus é o meu protetor" riscadas nas paredes.

Cai a noite sobre uma casa de taipa no meio do canavial. Maria Francisca de Lima, ou Maria Cabocla, como é conhecida na região, pega uma caixa de fósforo e acende três candeeiros. O odor do óleo diesel queimando invade o ambiente. Aos 55 anos, Maria Cabocla nunca soube o que é ter energia elétrica em casa.…

Leia mais:

Mandado de reintegração de posse é expedido contra agricultor em Maraial, Mata Sul de PE

O agricultor posseiro Severino Amaro herdou do seu pai o sítio Riachão, local em que vive desde que nasceu. Em 2020, decidiu entrar na justiça para solicitar o reconhecimento de sua propriedade, por meio da usucapião. A juíza titular da Comarca de Maraial (PE) concedeu ao agricultor liminar de manutenção de posse até que fosse julgado procedente seu pedido de usucapião. Contudo, o TJPE reformulou a decisão e determinou a reintegração de posse contra o camponês. A decisão é um grave contrassenso jurídico e provocou indignação à família e às entidades que acompanham o caso, como a CPT e a FETAPE. A área está localizada na comunidade de Batateiras, em Maraial, Zona da Mata Sul de Pernambuco. 

Leia mais: