Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 6.jpg
  • 2.jpg
  • 5.jpg
  • 7.jpg
  • 4.jpg
  • 9.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 8.jpg
  • 10.jpg

Pernambuco

Empresários são condenados por trabalho escravo em Pernambuco

A Justiça Federal em Pernambuco condenou a sete anos e onze meses de prisão dois empresários que submetiam os empregados de seus engenhos em Moreno (28,4 km de Recife) a condições análogas às de escravidão. Os irmãos Fernando Vieira de Miranda e José Marcos Vieira de Miranda também terão que pagar multa de 250 salários mínimos (R$ 155,5 mil).…

Leia mais:

Audiência pública discute situação da usina Cruangi em Timbaúba

Sem pagar trabalhadores rurais e da indústria e com débitos junto aos fornecedores de cana da Zona da Mata Norte, situação da usina afeta a economia de seis municípios da região

 

Acontece hoje à tarde, no município de Timbaúba, uma audiência pública para discutir a situação da usina Cruangi – que há mais de 70 dias não paga os salários dos trabalhadores rurais e da indústria. O encontro acontecerá na Escola Técnica de Timbaúba e está sendo organizado pela Assembléia Legislativa de Pernambuco. Além dos débitos com os trabalhadores, a usina teria débitos estimados em R$ 8 milhões com os produtores de cana da região. A Cruangi, juntamente com a Usina Maravilha, movimentam a economia de seis municípios da Zona da Mata Norte.…

Leia mais:

Juiz condena administrador de engenho por manter trabalhadores em regime de escravidão em Palmares/PE

O juiz Frederico Koehler, titular da 26ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco, em Palmares, condenou Romildo Soares Brandão, administrador do engenho Poço, localizado na zona rural daquele município, a 13 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, além de uma multa de 40 salários-mínimos. No local, existiam 62 trabalhadores laborando em situação degradante e análoga à de escravo, sendo dois deles menores de idade. O crime foi descoberto pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel.…

Leia mais: