Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 1.jpg
  • 10.jpg
  • 8.jpg
  • 6.jpg
  • 3.jpg
  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 5.jpg

Comunidades camponesas acompanhadas pela CPT na região seguem realizando ações de solidariedade e contribuindo para combater os efeitos da pandemia.

Nessa quarta-feira (16), famílias de comunidades de assentamentos acompanhados pela CPT na Mata Norte de Pernambuco doaram sete toneladas de alimentos à população em situação de vulnerabilidade no município de Timbaúba. Mais de 500 famílias foram beneficiadas. O gesto de solidariedade é mais uma ação da campanha “Partilhando o Pão e a Esperança”, que tem levado alimentos a pessoas que estão sofrendo com os impactos provocados pela pandemia na região. A entrega contou com a parceria da Paróquia Nossa Senhora das Dores.  

Macaxeira, inhame, banana, mamão, coentro, bolo de macaxeira, massa de mandioca e pé-de-moleque foram alguns dos alimentos doados por agricultores e agricultoras das comunidades Dom Hélder, Mariano Sales e Belo Horizonte, localizadas em Aliança. Durante o fim dos anos 1990 e início dos anos 2000, essas famílias lutaram pela Reforma Agrária e pela desapropriação de terras improdutivas de Usinas na região. Hoje, partilham com que mais precisa os frutos da terra conquistada.

A Campanha vem sendo realizada desde o início da pandemia pela CPT e por comunidades na Mata Norte do estado e conta com o apoio da Diocese de Nazaré da Mata e da AMU - Ação por Um Mundo Unido. As doações da produção camponesa têm chegado na hora certa para muitas famílias que sofrem com os impactos provocados pelo coronavírus.

Para saber mais sobre as ações realizadas, acompanhe a Hashtag #PartilhandoOpãoEaEsperança.

Imagens: Comunidades/CPT Mata Norte - PE