Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 5.jpg
  • 4.jpg
  • 6.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 2.jpg
  • 10.jpg
  • 8.jpg

Pernambuco tem, hoje, 120 municípios em situação de emergência por causa da estiagem. Desses, 115 já são reconhecidos pelo Governo Federal e cinco estão em análise, conforme lista divulgada pela Secretaria da Casa Militar de Pernambuco, no dia 6 deste mês. Cerca de um milhão e cem mil pessoas sofrem com os efeitos da seca no estado.


As últimas cidades a entrarem na lista foram João Alfredo, Sairé e Vertente do Lério, no Agreste; e Cortês e Nazaré da Mata, na Zona da Mata. Elas serão incluídas em três programas emergenciais do governo: Garantia-Safra, Bolsa Estiagem e a liberação do crédito para os/as agricultores/as, financiado pelo Banco do Nordeste.
“Estamos, até o momento, sem a assistência necessária dos programas de governo pelos quais lutamos, como Movimento Social e Sindical.

Acredito que, a partir de agora, o trabalhador e trabalhadora rural vão ter acesso aos créditos emergenciais como o Chapéu de Palha Estiagem e o Bolsa Estiagem”, desabafa Maria José Santos Silva (Nilda), presidenta do Sindicato dos Trabalhadores/as Rurais de Vertente do Lério.

 

 

 

Página da FETAPE