Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 9.jpg
  • 10.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 2.jpg
  • 7.jpg
  • 4.jpg
  • 5.jpg
  • 8.jpg
  • 6.jpg

 500 velas por 500 mil mortes. Esse é o tema da ação nacional, articulada pelo movimento #RespiraBrasil, que reúne quase 300 organizações de todo o país. Com a proximidade do registro de meio milhão de óbitos notificados em decorrência da pandemia da Covid-19 no Brasil, organizações baseadas na fé, pessoas com alguma religião e sem religião, juntas, vão realizar atos em diversos estados brasileiros acendendo uma vela para cada mil mortos entre os dias 20 e 22 de junho.

Ao que tudo indica, segundo os boletins diários, neste final de semana o país pode atingir 500 mil pessoas que faleceram em função da enfermidade. Se levarmos em conta as subnotificações é possível que já tenhamos passado deste número. 

Em Alagoas, a ação vai acontecer na segunda-feira (21/06), às 18h, na Praça dos Martírios, no Centro de Maceió.  Assinam a convocação: Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Indigenista Missionário (CIMI), CEBI, CEBs, Cáritas, CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), Igreja Batista do Pinheiro e da Grota da Alegria. 

Em manifesto do #RespiraBrasil, centenas de organizações convocam a população brasileira para dizer basta e se unir por vacina, pelo SUS e oxigênio para todas e todos, pela ampliação do auxílio emergencial e pelo fim do governo Bolsonaro. “Sabemos que muitas dessas mortes poderiam ser evitadas se o governo federal tivesse apostado na ciência, na humanidade e na inteligência. Ele colocou o lucro, o mercado, acima da vida”, diz Carlos Lima, coordenador nacional da CPT.

O objetivo da ação é evitar que o luto seja individualizado, mas que ele seja coletivo, assumido por toda a sociedade. Para o #RespiraBrasil, cada vida perdida representa trabalhadores, trabalhadoras, membros de igrejas, mães, pais, avós, filhos e filhas. “Manter processos de memória e justiça é fundamental.  Somos igrejas e organizações baseadas na fé, nossa natureza, exige nossa contribuição para que as mortes não sejam naturalizadas e normalizadas”, explica o coletivo inter-religioso. A orientação é que cada participante, se puder, leve uma vela e/ou um cartaz com o nome do seu amigo, parente ou ídolo, flores ou o que preferir para fazer memória. Carlos Lima faz o convite para toda a população fazer uma homenagem aos seus entes queridos que tiveram sua páscoa antecipada pelo coronavírus:

“Venha participar, traga sua indignação, mas traga também a sua esperança, porque a nossa luta é pela preservação da vida, e por isso estamos chamando você para esse ato de fé e de esperança. Venha conosco!".

Confira o Manifesto Respira Brasil: https://respirabrasil.mobiliza.online/

Acesse o blog da CPT Alagoas: http://cptalagoas.blogspot.com/ Hashtags: #500milvelaspor500milmortos #vacinanobraçocomidanoprato #forabolsonaro #pandemianobrasil #500milvidasperdidas #500velas #maceió #alagoas #brasil #VacinaPeloSUS, #OxigênioParaTodaseTodos #AuxílioEmergencialContinuado

Outras informações: Carlos Lima (CPT) – 82 99137-6112 Rafael Oliveira (CEBI) – 82 99101-7268

Press Kit: https://drive.google.com/drive/folders/1q9p20MFmiJsq_1I9DsQfpvkLZJ3O8ToC?usp=sharing Texto, artes e vídeo: Lara Tapety (Ascom CPT/AL) – 82 996971000