Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 7.jpg
  • 1.jpg
  • 4.jpg
  • 9.jpg
  • 2.jpg
  • 3.jpg
  • 6.jpg
  • 10.jpg
  • 8.jpg
  • 5.jpg
Com a chegada de um reforço policial, que incluiu cavalaria e cães, cerca de 280 Policiais Militares concluíram há pouco o despejo do Engenho Pereira Grande, em Gameleira. Assim que acabou a ação, os funcionários da usina Estreliana iniciaram imediatamente o plantio de cana-de-açúcar. O que só ajuda a concluir que apenas os Sem Terra foram pegos de surpresa com a ação de reitegração de posse da área. O despejo, que mais uma vez foi marcado pela truculência da Polícia Militar de Pernambuco, deixou as 150 famílias assentadas sem abrigo em um dia de fortes chuvas em toda a região. Todos os barracos e as plantações dos assentados foram destruídos e as famílias estão sendo encaminhadas pela direção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra ao Assentamento Margarida Alves, que fica próximo ao local do despejo.