Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 8.jpg
  • 3.jpg
  • 10.jpg
  • 4.jpg
  • 1.jpg
  • 2.jpg
  • 6.jpg
  • 5.jpg

Foi em grande estilo a abertura do 11º Congresso Estadual dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras da Familiares de Pernambuco (CETTR-PE), que aconteceu na noite desta última segunda-feira (6), no Centro de Formação Luiz Inácio Lula da Silva, em Garanhuns, no Agreste Pernambucano.



A abertura foi marcada por uma mística que celebrou os 60 anos de história da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (Fetape). Em seguida, houve a apresentação do povo indígena Ualê Fulniô da cidade Águas Belas. Também houve a apresentação do Grupo Negras Ubuntu da Comunidade Quilombola do Sítio Estivas, de Garanhuns.


O evento teve como anfitriã a presidenta da Fetape Cícera Nunes e foi prestigiado por mais de 500 pessoas, entre delegados/as dos 175 sindicatos de todas as regiões de Pernambuco, contando com a presença do deputado estadual Doriel Barros (PT), do deputado federal Carlos Veras (PT); secretários de governo; do pré-candidato ao governo pela Frente Popular de Pernambuco, Danilo Cabral (PSB); da candidata a senadora Teresa Leitão; do prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, do presidente da Contag, Aristides Santos, vereadores e vereadoras, do coordenador do MST, Jaime Amorim, o presidente da Fetaepe, Gilvan Antunes, e demais representantes de organizações e movimentos sociais.



Com entusiasmo a presidenta da Fetape, Cícera Nunes, descreveu que o momento era de emoção pelo momento que o País passa com quase 700 mil pessoas vitimadas pela Covid-19, destacando o papel dos sindicatos rurais que contribuíram com a segurança alimentar da população brasileira na pandemia.

"Agradeço imensamente a todos os sindicatos que naquele momento crítico da pandemia fecharam porque, se não tivesse acontecido isso, muitos de nós não estaríamos aqui. Obrigada porque nós salvamos muitas vidas no campo e na cidade e cobramos comida no prato e vacina no braço. O momento agora é de desafio. Temos que vencer a extrema direita que está se instalando no nosso Brasil e precisamos eleger Lula e toda a bancada que está com ele", afirmou a presidenta.



Quem também participou da mesa de abertura foi o deputado estadual e ex-presidente da Fetape, Doriel Barros, que ressaltou a importância da Federação em sua trajetória política. "Estamos celebrando hoje os 60 anos de uma das federações mais importantes do Brasil, que eu tenho a honra de ter sido presidente duas vezes. Não há faculdade que ensine o que a Fetape me ensinou, pois foram anos de mobilizações, articulações e ações na defesa dos direitos das mulheres e homens do campo. Por fim, tenho a honra de dizer que o meu mandato é fruto dessa caminhada e das experiências que vivi nessa importante instituição", salientou o deputado.



A candidata a senadora Teresa Leitão parabenizou a Fetape por sempre marchar pelo caminho da justiça social e pelos 60 anos de história no campo da resistência. "Vim com muita satisfação e alegria celebrar o aniversário da Fetape e relembrar que o ano de 2022 é o ano das nossas vidas, é um ano de virar a página dessa história triste. É ano de marchar em fileira pela libertação do nosso País, porque quem marcha com a Fetape, MST, CUT marcha para libertar o Brasil de Bolsonaro e sabe onde quer chegar", afirmou Teresa.



O deputado federal Carlos Veras destacou a importância da agricultura familiar para superar a fome e o atraso no Brasil ressaltando a importância de derrotar o bolsonarismo e eleger Lula presidente. "Agora é a hora de elegermos o time do presidente Lula que é um só: Danilo governador, Teresa senadora e os deputados e deputadas que estão na base dos partidos da Frente Popular", salientou o deputado.



Já o pré-candidato ao governo de Pernambuco, Danilo Cabral, enfatizou a trajetória de luta da Fetape em defesa da democracia nessas seis décadas. "A Federação carrega símbolos da história na defesa dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e na afirmação atuante da luta do povo. Além disso, não poderíamos deixar de celebrar os companheiros que fizeram parte dessa jornada”, ressaltou Danilo, referindo-se aos ex-presidentes Manoel Santos e José Rodrigues.

A noite terminou com uma homenagem a todos os ex presidentes nesses 60 anos de trajetória, sendo entregue uma placa aos familiares presentes como uma forma de homenagear essas pessoas que construíram a luta.  No final foi celebrado a festa com um bolo de aniversário.



O evento contou com representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Pernambuco (FETAEPE) Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário, Secretaria de desenvolvimento Social da Criança e Juventude de Pernambuco e da Prefeitura de Tacaimbó e de Garanhuns.