Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 6.jpg
  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 10.jpg
  • 5.jpg
  • 1.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 3.jpg
  • 8.jpg

No início de maio, várias ocupações de latifúndios foram realizadas no estado de Pernambuco pelo Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra (MST). As ocupações fazem parte da luta pela terra realizada anualmente em homenagem aos 21 mortos no massacre de Eldorado dos Carajás e como forma de protesto contra a impunidade e a violência no campo.



Em 2022, as ações no estado homenagearam o nosso companheiro padre Tiago Thorlby, que nos deixou no último dia 4 de abril. Padre Tiago, da CPT, foi uma grande referência na luta pela Reforma Agrária em Pernambuco, sempre com posição e postura firmes e decisivas na luta contra o latifúndio, as oligarquias políticas e o agronegócio. Foi essa coerência que lhe rendeu o nome de guerra de Padre Tiago Trovão.

Cinco ocupações foram realizadas ao longo da semana:
📍 Fazenda Forno de Cal, no município de Caruaru, com mais de 100 famílias. O acampamento foi batizado de Padre Tiago 1;
📍 O acampamento padre Tiago 2, que foi montado na fazenda Soledade, entre os municípios de Feira Nova e Passira, ocupada com certa de 150 famílias Sem Terra;
📍 Em Goiana, foi ocupado o engenho Tapirema de Baixo, da usina Santa Teresa, com 90 famílias. O acampamento recebeu o Nome de padre Tiago Trovão 3;
📍 Ocupação da usina Salgado, em Ipojuca, com mais de 150 famílias. O acampamento recebeu o nome de Tiago 4;
📍 No município de Timbaúba, Mata Norte pernambucana, foi ocupado o engenho Tambor, da usina Cruangi, com 150 famílias, que recebeu o Nome de padre Tiago 5.

Viva a Luta pela Terra! Reforma Agrária Já! Padre Tiago, presente!

Com informações @movimentosemterrapernambuco