Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 7.jpg
  • 1.jpg
  • 10.jpg
  • 6.jpg
  • 9.jpg
  • 4.jpg
  • 3.jpg
  • 5.jpg
  • 2.jpg
  • 8.jpg

Um homem armado, acompanhado de outras cinco pessoas, tentou invadir a comunidade do Sítio São João, situada no município de Santa Cruz, na Paraíba, na última terça-feira, 04/10. Cerca de vinte famílias posseiras vivem no Sítio São João há muitas gerações. Um boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia Distrital de Sousa.

De acordo com os agricultores e agricultoras, Eutropio Maria Vasconcelos Filho, conhecido como Muido de Tropinho, chegou ao local em sua caminhonete D20, cor azul, carroceria de madeira, transportando canos e motores. Portando uma arma de fogo na cintura, ele afirmou que iria tirar água do cacimbão para dar aos animais. No momento que tentou adentrar com a caminhonete no sítio, foi impedido pelos moradores, que logo chegaram ao local.

Foi preciso acionar a polícia militar porque o homem armado insistiu em invadir a área. Porém, quando a guarnição da PM chegou, mais de uma hora depois, o suspeito e seus comparsas já haviam ido embora.

Eutropio Filho é empresário no ramo do comércio na cidade de Pombal, que fica a cerca de 70km de Santa Cruz. Pela segunda vez, ele tenta invadir a comunidade alegando que comprou o imóvel rural e que tudo que lá existe é dele. Contudo, todas as benfeitorias existentes na área rural foram construídas pelos posseiros e seus antepassados.

Os moradores se sentiram intimidados e ameaçados. No B.O. realizado à noite no dia do conflito, informaram que existe um processo na justiça discutindo a propriedade dos imóveis, mas nunca houve intimação judicial referente à reintegração de posse.

A CPT está acompanhando o caso de perto, fazendo visitas às comunidades e orientando as famílias da área.

 

Fotos: Divulgação / Equipe CPT Cajazeiras/PB