Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 3.jpg
  • 7.jpg
  • 4.jpg
  • 9.jpg
  • 5.jpg
  • 8.jpg
  • 2.jpg
  • 6.jpg
  • 10.jpg
  • 1.jpg

Trabalhadores rurais sem terra ocuparam, na manhã desta quinta-feira (19), o prédio da superintendência do Banco do Nordeste, no centro de Maceió. Mobilizados em todo o Estado desde terça-feira, a ocupação integra a programação da Jornada Nacional de Lutas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Acampados da Praça da Faculdade, no bairro do Prado, os camponeses seguiram em marcha até o órgão, caminhando pelas ruas do Centro. Eles aguardam uma reunião com a gerência da instituição financeira para debater questões relacionadas à liberação de crédito.

Também nesta quinta-feira, o MST cobra uma audiência com representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ocupado desde o início das mobilizações na capital alagoana - onde os agricultores já conseguiram reunião com o governador Teotonio Vilela (PSDB).

O objetivo das manifestações é cobrar a melhoria da infraestrutura nos assentamentos e celeridade no processo de desapropriação de terras para fins de reforma agrária.

Os trabalhadores também ocuparam, no início da semana, os prédios da Receita Federal, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral).