Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Mais de 3.000 Sem Terra das áreas de acampamentos e assentamentos do Rio Grande do Norte bloqueiam sete rodovias federais em todo o estado, na manhã desta quarta-feira, dia 10. Segundo os trabalhadores rurais, a mobilização é fruto do descaso do poder público em relação à Reforma Agrária no RN, e reivindicam maior agilidade nessa área. 



Há mais de 3.000 famílias acampadas em todo o estado, sendo que algumas estão há oito anos lutando pela desapropriação de novas áreas. Outro ponto levantado pelos Sem Terra é a burocratização na liberação dos créditos para o desenvolvimento dos assentamentos.

“A falta de prioridade política para a Reforma Agrária se reflete no Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), que está cada vez mais sucateado, e na dificuldade de dialogar com a atual superintendência, que se nega a dar continuidade nas negociações realizadas em mobilizações anteriores”, observa Maria Rosineide Pereira, da direção nacional do MST.
 
Fonte: MST