Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) acaba de receber a denúncia de que agricultores, posseiros antigos, do Engenho Batateiras, em Maraial, Zona da Mata Sul de Pernambuco, estão sendo ameaçados de morte por capangas do empresário Walmer Almeida Cavantante, da IC – Consultoria e Empreendimentos imobiliários LTDA. O empresário é filho de Walmer Almeida da Silva, investigado pela Polícia Federal, em 2013, por sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Conforme relato encaminhado à CPT, a situação de tensão no local perdura há várias semanas e, em muitas situações, as intimidações e ameaças são feitas por capangas do empresário, acompanhados da Polícia Civil de Pernambuco.

As famílias vivem no Engenho como posseiras há mais de setenta anos exercendo atividades agrícola e agropecuária.  Estas intimidações estão ocorrendo com o intuito de expulsar as famílias da área. O caso já foi informado imediatamente ao Secretário Estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, ao Secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, além de parlamentes que acompanham conflitos agrários no estado, como Isaltino Nascimento e Doriel Barros.

Outras informações, em breve.