Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Nesta terça- feira (4/10), o MST se reuniu com o governo do Distrito Federal (GDF) no palácio dos Buritis, em Brasília, para negociar a pauta de reivindicações do movimento no DF e entorno. Estavam presentes representantes do Secretário de Governo, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), da Secretaria de Agricultura e da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap). Segundo Luiz Afonso, integrante da coordenação do Movimento, o governo é moroso na resolução da pauta camponesa no Distrito Federal. “Apresentamos a mesma pauta que já havíamos reivindicado desde abril. Até agora, nenhuma vírgula foi encaminhada pelo governo”, disse. A pauta consiste no levantamento e repasse de áreas públicas para efetivação de assentamentos de famílias, a resolução imediata das áreas de assentamento e acampamentos no DF e incentivo à produção. Além disso, os trabalhadores rurais reivindicam a disponibilização de espaço para a Reforma Agrária nas feiras urbanas, obras de infra-estrutura nos assentamentos, erradicação do analfabetismo no campo do DF, e instalação e estruturação de pontos de cultura nas comunidades. Por Iris Pacheco Da Página do MST