Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Audiências públicas mobilizam mais de 8 mil pessoas em defesa da previdência rural

Em mais uma grande audiência pública realizada nessa sexta-feira (29), em Carpina, trabalhadores e trabalhadoras rurais da região da Mata e Metropolitana demonstraram a força que vem do campo e a disposição de lutar por seus direitos que estão sendo atacados pelo atual governo. A cultura local marcou o início da audiência com a apresentação do maracatu rural Estrela Brilhante de Nazaré da Mata, que resiste há mais de 100 anos.…

Leia mais:

População rural na mira da Reforma da Previdência

Entenda porque o impacto na vida do povo rural é tão devastador

A população rural está na mira do governo Bolsonaro. A intenção do presidente e equipe, manifestada não só na proposta de reforma da previdência (PEC 06/2019), mas também na Medida Provisória 871, publicada no Diário Oficial em 18 de janeiro passado, é dificultar ao máximo o acesso desta população à aposentadoria e aos demais benefícios da assistência social, como a pensão por morte e o auxílio maternidade. Inclusive, cortar o acesso a eles em caso de suspeita de irregularidades. Ou seja, até quem já está na condição de direito adquirido está sob ameaça.…

Leia mais:

CNBB se posiciona contra reforma da Previdência do governo Bolsonaro

As mobilizações populares que têm acontecido contra a reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro devem ser ainda mais intensificadas, nas próximas semanas, com o posicionamento oficial da Confederação Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) contra a proposta que mexe nas aposentadorias.

Nesta quinta-feira (28), a entidade, uma das mais representativas da Igreja Católica no Brasil, divulgou uma nota em que reconhece a importância da reavaliação do sistema previdenciário, mas faz críticas à proposta do governo.

Leia mais:

CNBB e Cáritas Brasileira lançam SOS África: Moçambique, Zimbabué e Maláui

Centenas de milhares de pessoas foram afetadas pela passagem do ciclone Idai que devastou territórios inteiros na África do Sul, no último dia 14 de março. Moçambique, Zimbaué e Maláui foram os países mais atingidos pela catástrofe que já é a pior da história enfrentada pela população destes países. Até o momento, pelo menos 656 perderam a vida, mas estima-se que esse número possa passar de mil. No cenário urgente de ajuda humanitária, cerca de um milhão e meio de pessoas estão desalojadas.…

Leia mais: