Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Pernambuco

Um mês sem respostas efetivas do Governo de Pernambuco à tortura e à ameaça de morte sofrida pela Pescadora Maria Nasareth

 

NOTA

A pescadora tradicional Maria Nasareth dos Santos foi torturada e ameaçada de morte por oito Policiais Militares no estuário do Rio Sirinhaém, no município de mesmo nome, localizado no Litoral Sul de Pernambuco. O crime bárbaro e chocante aconteceu no dia 12 de março de 2020. Hoje, após mais de um mês do ocorrido, a pescadora ainda aguarda medidas efetivas por parte da Secretaria de Defesa Social do Estado quanto à investigação para identificação e punição dos criminosos. A Comissão Pastoral da Terra (CPT) alerta que a ausência de uma atuação enérgica por parte dessa Secretaria deixa a pescadora vulnerável e exposta a um novo e fatal ataque.…

Leia mais:

Coronavírus chega a comunidades quilombolas de Pernambuco

A Coordenação Estadual de Articulação das Comunidades Quilombolas de Pernambuco (CEACQ) emitiu na manhã de hoje, 16/04, nota pública informando que já há casos confirmados de quilombolas contaminados/as pela Covid-19 no estado, incluindo o registro de um óbito até o momento. Em nota, a CEACQ alerta a população e o Governo…

Leia mais:

Helicóptero lança veneno e causa aflição em comunidade rural

Na tarde dessa terça-feira, 07/04, as comunidades do engenho Barro Branco e Várzea Velha, em Jaqueira, Mata Sul de Pernambuco, encaminharam denúncia à CPT informando que foram surpreendidas com um helicóptero sobrevoando a área e lançando agrotóxicos.

Os camponeses e camponesas afirmam que a pulverização do veneno foi realizada no…

Leia mais:

Em Jaqueira, famílias camponesas impedem, mais uma vez, empresa de cercar fonte de água da comunidade

 Hoje pela manhã, (03/04/2020), a empresa Agropecuária Mata sul S/A, por meio de quatro de seus funcionários, retornou à comunidade camponesa de Barro Branco para mais uma tentativa de cercamento da fonte de água que abastece famílias do local. A comunidade, que está cumprindo quarentena em decorrência da pandemia do coronavírus, ficou indignada com a postura da empresa e rapidamente se reuniu para impedir, mais uma vez, a construção da barreira. O segurança da empresa chegou ao local com máscara de proteção, mas as famílias, por serem pegas de surpresa, não tiveram tempo de se proteger adequadamente, e agora temem eventual  transmissão do vírus na comunidade.…

Leia mais:

Em Jaqueira, famílias camponesas impedem empresa de cercar fonte de água da comunidade

Mesmo em tempos de comoção social para combater o Coronavírus, a violência e os conflitos fundiários no campo não param de ocorrer em Pernambuco. Nos últimos dias 19 e 20 de março, a empresa Agropecuária Mata Sul S/A enviou funcionários para instalar cerca elétrica no entorno de uma fonte de água que abastece famílias da comunidade camponesa Barro Branco, localizada no município de Jaqueira, Litoral Sul de Pernambuco. A comunidade, indignada com a ação da empresa, decidiu resistir e impedir a instalação da cerca.…

Leia mais: