Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Paraíba

Trabalhadores rurais ocupam sede do Incra, em João Pessoa

Cerca de trezentos trabalhadores rurais de várias áreas da Paraíba, acompanhados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), ocupam, hoje (08), a sede do Incra, na Paraíba, para reivindicar, entre outras coisas, agilidade na vistoria e desapropriação de terras. Eles prometem só sair das dependências do Incra, quando tiveram a pauta atendida.

Segundo o deputado estadual Frei Anastácio, essa mesma pauta foi apresentada à direção do Incra, no início de março e até agora não foi encaminhado nada. “Os trabalhadores não podem ficar sendo enganados assim. Prometem resolver os problemas e não fazem nada”, disse o deputado. Segundo Tânia Maria de Sousa, da coordenação da CPT, os trabalhadores também estão solicitamos cestas básicas e três rolos de lonas para as famílias dos nove acampamentos: Paraíso (Pilar); Paraíso (Mogeiro); Salgadinho, Antas, Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto), Fazendinha, Pau-a-pique, Marinas e Ponta de Gramame. A CPT quer ainda a atualização dos cadastros das famílias acampadas.

 

Veja na íntegra, a pauta dos trabalhadores e trabalhadoras:

Ao Superintendente do INCRA na Paraíba – SR18

Sr. Francisco Rinaldo Maranhão de Figueiredo

De acordo com a pauta apresentada ao superintendente no dia 07 de março, solicitando providencias referente aos processos de aquisição das terras dos imóveis citados no oficio, a CPT juntamente com os agricultores, vem reivindicar agilização nos processos de desapropriação dos seguintes imóveis:

1. Paraíso de Pilar - Foi realizada a vistoria. Queremos saber se foi concluído o relatório, instruindo o processo e enviado para decreto.

2. Paraíso (Mogeiro) - Foi realizada a vistoria, com definição de preço. Estava em processo o diálogo com o proprietário para aquisição pelo 433 ou compra. Retomar o diálogo com o proprietário para negociação da área ou enviar o processo para decreto de desapropriação.

3.Salgadinho (Mogeiro) - Solicita o contato do INCRA com a proprietária Maria Luiza para abrir um canal de negociação da área pelo 433

4. Antas (Sapé) - Imóvel já desapropriado em fase de imissão de posse determinada pela Justiça. O proprietário entrou com o mandato de segurança e suspendeu a imissão de posse. O recurso já se encontra numa conta judicial. Solicita do INCRA dialogar com o proprietário para encontrar uma saída.

5. Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto – Caaporã) – Solicitamos a vistoria do imóvel.

6. Fazenda Fazendinha (Mogeiro) - Solicitamos a vistoria do imóvel.

7. Fazenda São José - Pau-a-pique (São José dos Ramos) - Conclusão do cadastro das famílias e vistoria do imóvel.

8. Marinas – Informar como anda o processo na Justiça

9. Ponta de Gramame – Entrar em contato com a Prefeitura para informação do processo de anulação do Loteamento Vale da Palmeira.

10. Tambauzinho – Informar como anda o processo na Justiça.

- Solicitamos cestas básicas e três rolos de lonas para as famílias acampadas nos nove acampamentos: Paraiso de Pilar, Paraiso de Mogeiro, Salgadinho, Antas, Fazenda Retirada (Acampamento Antônio Pinto), Fazendinha, Pau-a-pique, Marinas e Ponta de Gramame.

- Atualização dos cadastros das famílias acampadas.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Frei Anastácio - PB 

 

Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Rua Esperanto, 490, Ilha do Leite, CEP: 50070-390 – RECIFE – PE

Fone: (81) 3231-4445 E-mail: cpt@cptne2.org.br