Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Mina de urânio ameaça contaminar famílias na Bahia

Relatório atesta população pode estar ameaçada pela exploração da matéria prima do combustível nuclear

A população rural de Caetité e dos municípios vizinhos de Lagoa Real e Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, continua preocupada com os problemas que a única mina de urânio em operação no Brasil pode causar. Um…

Leia mais:

Organizações denunciam relação entre escassez de água e atividade mineira

Por ocasião da IV Minga Global pela Mãe Terra, que ocorre nesta quarta-feira (12), a Coordenadora Andina de Organizações Indígenas (Caoi) e mais de dez entidades lançaram o documento especial Mineração e crise da água. Nele, explicitam a conjuntura mundial de escassez de água e como a mineração contribui para piorar ainda mais o cenário.…

Leia mais:

Urânio de Caetité viola Direitos Humanos

As atividades de mineração de urânio em Caetité, município baiano distante 757 km de Salvador, viola direitos fundamentais dos cidadãos e tem forte impacto à saúde, ao meio ambiente e à economia da região.

Esta é a conclusão do documento “Relatório da Missão Caetité: Violações de Direitos Humanos no Ciclo do Nuclear”, lançado na manhã de hoje em audiência pública da Comissão de Meio Ambiente da Câmara.…

Leia mais:

Na PB: Operários da Transposição do São Francisco ameaçam entrar na justiça e cobrar direitos trabalhistas

Centenas de trabalhadores que prestaram serviço às empresas responsáveis pelas obras dos túneis e canais, da transposição do São Francisco, na região de São José Piranhas e Cajazeiras, impacientes com a demora no retorno dos trabalhos, ameaçam acionar a justiça para receber salários, encargos trabalhistas não recolhidos e multas pela falta de segurança pessoal no trabalho.…

Leia mais:

Os perigos para comunidades rurais da exploração de urânio em Caetité

   Desde que chegou a Caetité, na Bahia, Pe. Osvaldino Barbosa engajou-se na luta por transparência em relação à exploração de urânio na região. A cultura do silêncio é explícita na cidade.

Primeiro porque as pessoas depositavam confiança e esperança na vinda da empresa que explora o urânio e, depois, porque a empresa impôs o silêncio para que os poucos empregos ofertados fossem mantidos. No entanto, a população cansou de tamanho descaso para com sua dignidade e saúde.…

Leia mais:

População impede a entrada de lixo nuclear em Caetité

Cerca de 2 mil moradores de Caetité - BA bloquearam a rodovia que liga o município ao distrito de Maniaçu - BA - onde funciona a única unidade de extração e beneficiamento de urânio em atividade no país - na noite do último domingo, 15 de maio, em um protesto contra a entrada de lixo nuclear na cidade.…

Leia mais: