Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

O Engenho Gaipió localiza-se no município de Ipojuca, e dista 58km de Recife e 15km de Escada.. A luta pela terra, que resultou no auto de emissão de posse da propriedade, em 20 de novembro de 1997, não teve o referido engenho como objetivo inicial. A rigor, a luta começou na madrugada do dia 29 de abril de 1996, com a ocupação das terras improdutivas do Engenho Caçuá, em Escada, por 150 famílias de trabalhadores rurais sem-terra ligados à Usina Barão, situada no mesmo município.

 

O dono da Usina Barão e o rendeiro responsável pelos 1700 hectares de Caçuá, sem liminar de despejo ou qualquer outro amparo legal, bloquearam estradas de acesso e fizeram com que capangas e policiais militares apreendessem as ferramentas de trabalho dos acampados. Os trabalhadores rurais foram acampar na sede do Incra, em Recife, como forma de pressionar por uma maior agilidade no processo de vistoria da área, que um mês depois foi considerada produtiva. Foram negociados, então, os Engenhos Soledade e Gaipió, tidos como improdutivos. 

 

Em 23 de setembro de 1996, as famílias ocuparam Soledade, porém foram despejadas no início de outubro, pois as terras também foram consideradas produtivas pelo Incra. Os trabalhadores rurais, em seguida, ocuparam o Engenho Gaipió em 13 de novembro, sendo despejadas no dia 20 de dezembro. Dois dias depois, reocuparam a área e, após quase um ano de muita luta com precárias condições de subsistência, a imissão de posse foi concedida, restando em Gaipió uma pequena parcela ainda de posse do antigo proprietário (área onde se concentram a igreja, a casa grande e outros prédios históricos, tombados pelo patrimônio da União). Segundo documentos da CPT, diversas entidades sindicais também apoiaram o processo, como a CUT-PE, Simpol, Simpro e Sintepe.



Fonte: Resumo extraído do “Igreja e Reforma Agrária: representações de assentados sobre as políticas de Comunicação Rural da CPT em Pernambuco”, disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/4e625a78c4551394082e0b84b03dbd7f.PDF

Noticias dos Estados